Ligue-se a nós

Audiências

Audiências. SIC cada vez mais forte no horário nobre

No último dia do mês de junho, a SIC teve uma vantagem sobre a TVI de sete pontos em share. Esta vantagem pode ser explicada pelos excelentes desempenhos das novelas “Nazaré” e “Terra Brava”, ambas a beirar a difícil marca dos 30% em share.

Avatar

Publicado

no

SIC

Esta terça-feira, 30 de junho, as novelas de horário nobre da SIC aproximaram-se da marca dos 30%, um resultado cada vez mais difícil para as generalistas dado que, por um lado, são cada vez mais as pessoas com canais por subscrição e plataforma de streaming e, por outro lado, porque o público está cada vez mais exigente.

Nazaré” e “Terra Brava” continuam a ser os maiores trunfos da SIC. A primeira temporada de “Nazaré” acaba esta semana e, no último dia de junho, registou um dos melhores valores de sempre: foi vista por um milhão e 558 mil espetadores, o que equivale a 16,5% de audiência média e 29,8% de share. O pico de 17,1% de audiência verificou-se às 22h18, perto do fim do episódio.

Em relação à audiência de “Terra Brava”, o episódio de ontem foi visto por um milhão e 428 mil espetadores, revelam os dados da Gfk. A novela protagonizada por Mariana Monteiro e João Catarré registou um share de 29,9%.

A concorrência nunca se aproximou da ficção nacional da SIC. “Quer o Destino” é a novela da TVI que compete com “Nazaré“. Ontem, o episódio da novela encabeçada por Sara Barradas foi visto por um milhão e 54 mil espetadores, o equivalente a 11,1% de audiência média e 20,5% de share. A trama principal da TVI foi vista por menos meio milhão de espetadores que a história da SIC.

Veja também:   Mikaela Lupu: "É aqui que me sinto em casa"

A seguir, a TVI transmitiu a reposição de “Espírito Indomável“. A versão compacta da novela teve um desempenho notório e teve picos de liderança contra “Amor de Mãe”, a última novela que a SIC transmite de noite. Foi vista por 794 mil espectadores e teve um share de 20%.

Informação e ficção juntas dão força nas audiências da SIC

Os bons resultados da SIC devem-se também aos bons números da informação. A SIC emitiu, ontem, a entrevista à mãe de Valentina, a menina de 9 anos que foi assassinada pelo pai e pela madrasta. A mãe da menina falou pela primeira vez após a sua morte na SIC. A rubrica na qual esteve inserida a entrevista, “Casos de Polícia”, registou o melhor resultado desde a estreia, a 12 de março de 2019. Com 14% de audiência média e 27,8% de quota de mercado, a rubrica integrada no “Jornal da Noite” foi líder do início ao fim. Foi ainda líder nos principais targets comerciais: ABCD25-54 e ABCD15-54 com 25,5% e 24,8%, respetivamente.

No que diz respeito às médias diárias, a SIC foi o canal mais visto a uma distância de sete pontos da segunda classificada. O canal de Paço de Arcos registou 22,2%, contra 15,2% da TVI. A RTP1 não se aproximou das privadas e obteve apenas 10,3%.

Anúncio
💬 COMENTÁRIOS | CLIQUE AQUI PARA VER E COMENTAR

Facebook

Anúncio

Mais vistas