Ligue-se a nós

Famosos

Sérgio Praia trabalhou nas obras e roubou dinheiro para sobreviver

É um dos protagonistas da nova novela da TVI e contou, no “Você na TV!” o seu passado dramático.

Miguel Noronha

Publicado

no

Sérgio Praia

No passado dia 10 de setembro, Manuel Luís Goucha convidou um dos protagonistas da nova novela “Amar Demais”, a nova novela de horário nobre, para ser um dos seus convidados no seu programa “Você na TV!”: Sérgio Praia.

O ator começou por falar do ballet, que praticou durante cerca de quatro anos às escondidas da família, pois nunca o apoiaram nesse sentido.

“Ser bailarino, na altura, era associado a coisas menos boas para eles. Não era para mim uma profissão de futuro”, começou por dizer o artista. Após os pais descobrirem o que o filho fazia, Sérgio Praia foi trabalhar para as obras, no Furadouro em Ovar, a sua terra natal. “Aos 13, 14 anos, eu já ajudava o meu pai nas obras. Era uma coisa de que eu não gostava – que eu odiava -, mas hoje em dia agradeço porque aquilo ajudou-me a construir um alicere cá dentro”, disse o ator.

Sérgio Praia contou ainda ao apresentador das manhãs da TVI que não foi um “jovem muito feliz” e que “estava completamente perdido” quando decidiu fugir para o Porto, onde foi procurar de um sonho maior: o teatro. “Eu já fui para o Porto aos 16 anos, quando decidi abandonar tudo o que me prendia ao lado familiar, para me pôr à prova. Para perceber se aquilo que eu realmente tinha cá dentro valia alguma coisa, se chegava aos outros”, afirma o ator.

Veja também:   João Jesus não poupa elogios aos colegas de "Terra Brava"

Sérgio acaba por acrescentar: “Dormi em sítio que acho que não se pode imaginar. Eu não tinha onde dormir, na altura. A sorte é que eu tinha muita experiência nas obras, portanto, conseguia entrar nas obras à noite, sem ninguém me ver, e ia lá dormir.” O pouco dinheiro que o agora ator tinha era roubado: “Roubei dinheiro do meu pai, levei uns 40 contos (200 euros). Na altura era muito dinheiro”.

O ator acabou por não conseguir vingar o seu sonho no Porto, porém, teve muita gente que o ajudou. O ator António Capelo, que o acolheu na sua Escola de Teatro e apostou nele, foi um deles. “Agradeço ao Capelo. Deu-me de comer muitas vezes, deu-me sítio para dormir e acreditou em mim.”

O protagonista de “Amar Demais” conta ainda que a relação que tem atualmente com a família é de alguma mágoa. “Eu acho que seguimos caminhos diferentes, com todo o respeito. Tenho a minha família, mas digamos que tenho várias pessoas que amo e que gostam de mim, e vou fazendo o meu caminho assim”, termina.

FONTE: NOVA GENTE

22 anos. Ator e modelo publicitário. Formado na área de ator, tenho conhecimentos em realização e grafismo. Entro nesta área do jornalismo de televisão, porque é algo que me fascina.

Anúncio
💬 COMENTÁRIOS | CLIQUE AQUI PARA VER E COMENTAR

Facebook

Anúncio

Mais vistas