Sérgio Figueiredo desvaloriza notícias que alegam mau-estar na redação da TVI

0
204
O jornalista é responsável da Informação da TVI.

Sérgio Figueiredo, responsável pela informação da TVI, aproveitou os últimos dias para relaxar. “Tive de o desligar, ou então não estava cá. Felizmente, tenho quem tome conta da casa [redação da TVI] quando não estou. Se estou magro e sugado é pela imposição profissional. E garanto que durmo sempre cansadíssimo“, começa por contar à TV Guia.

Para o diretor de informação da TVI, as vitórias da SIC são uma forma de renovação e de mais trabalho. “Não se ganha sempre o tempo inteiro. Tivemos ano e meio de hegemonia quase total. Mais de 85 por cento das vezes ganhámos, o que também não era normal. Sabíamos que, mais tarde ou mais cedo, o nosso concorrente direto não se ia conformar.

Apesar das consecutivas mudanças na informação, Sérgio não as relaciona com a perda de audiências. “Começámos a mudança em outubro, porque os hábitos do consumo de informação das pessoas mudaram. Daí haver comentadores, mais reportagens de fundo…“, explica, com confiança, garantindo que as escolhas já eram do passado.

Quanto a audiências, zangas ou até intrigas, Sérgio esclarece: “Mal-estar? Onde? Não vou atrás de histórias. Com 200 pessoas numa redação, a trabalhar com aquela intensidade, não se pense que se está numa igreja em que não se fala alto e não há confrontos e divergências. Se pensam isso, não conhecem uma redação. Mas toda a gente rema para o mesmo lado. Quanto ao Zé Alberto [Carvalho], já deve ter tido 500 discussões piores do que a que se fala. Mas ele continua lá e está tudo ok“, garante.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here