Connect with us

Notícias

Psicóloga chama Fátima Lopes de “confusa” por defender homossexuais. Apresentadora responde

Rufino Teixeira

Published

on

TVI emitiu na semana passada uma reportagem sobre pessoas (psicólogos e padres) que fazem alegadas “terapias de reconversão de homossexuais”. A notícia e consequente reportagem emitida e subscrita por Ana Leal criou logo uma polémica.

Na referida reportagem, Fátima Lopes é referida por Maria José Vilaça – psicóloga que se encontra inscrita neste género de intervenções. Face a isto, a apresentadora da TVI decidiu dedicar um texto no seu blogue. “As pessoas não são de primeira ou segunda qualidade, ou valor, de acordo com as suas orientações sexuais. As pessoas são simplesmente pessoas. As pessoas não podem ser vistas como saudáveis mentalmente e emocionalmente, se forem heterossexuais e desequilibradas, se forem homossexuais. Dizer que uma pessoa que sente atração por alguém do mesmo sexo, afastada da “tentação”, acaba por perder essa vontade, é uma coisa inqualificável“, começa por escrever a apresentadora.

O meu nome é referido por uma psicóloga, que, tendo visto a entrevista, diz que eu sou uma pessoa mal orientada e confusa. E, porquê? Porque faço peregrinações e aceito homossexuais. Como se as duas coisas fossem incompatíveis”, explica.

Continuar a ler
Advertisement
Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Advertisement

Copyright © 2017 Zox News Theme. Theme by MVP Themes, powered by WordPress. Shared By Fancy Text Generator