Ligue-se a nós

Famosos

Pedro Sousa recusa entregar-se a doença congénita

Rufino Teixeira

Publicado

no

Depois de 11 meses de trabalho, a gravar a novela ‘Paixão’, na SIC, o ator Pedro Sousa diz estar cansado. Apesar de ainda não saber bem o sítio onde vai passar férias, garante, que vai surfar. “Um amigo quer que vá ter com ele ao Bali, mas não me apetece porque já lá estive três vezes. Repetir tanto o mesmo destino, parece que estou a emburrecer… Há tanto mundo para descobrir que, desta vez, devo ir para África“, disse o ator à revista TvMais. 

Apesar de ser ator de profissão, onde até já fez 4 novelas seguidas para SIC, Pedro também já praticou surf profissionalmente. “Hoje considero-me mais ator que surfista. Ainda me corre água salgada nas veias, mas a minha relação com o surf é de amor-ódio, há muita gente a fazer e já não tenho paciência. Quando entro na água e tenho muitas pessoas à volta, sinto que o prazer está a ser roubado e prefiro não surfar.

O amor pelo surfe é de longe. O ator explica que por volta dos 12 anos, submeteu-se a uma cirurgia cardíaca, que lhe valeu uma cicatriz de vários centímetros no peito. “Fui operadado devido a uma estenose mitral congénitca. Na altura, ainda se serrava o externo. Hoje acho que já é feita por cateterismo.

Veja também:   Pai de Carolina Patrocínio encontra-se internado

“Fiz bem em ser teimoso”

Apesar da doença, Pedro destaca que nunca lhe deu grande importância. “Sou um baldas. Enquanto me sentir bem, tento não pensar nisso. O médico não queria que fizesse desporto de competição, eu contrariei-o e competi no surfe durante dez anos; depois deixei o surfe e fui para o boxe… Não quis ficar quieto em casa e fazer de mim um coitadinho“, diz, explicando que sempre se gostou de sentir ativo. “Se tivesse ficado em casa, aí sim, adoecia mesmo. Mas saí, puxei pelo coração, e um dia fui fazer um exame cardíaco e o médico disse-me que tinha um coração de desportista, porque batia muito devagar quando não estava em esforço. Essa foi a melhor notícia que podia ter recebido. Fiz bem em ser teimoso e casmurro durante estes anos todos.”

23 anos. Estudante de Geografia na FLUP. Um apaixonado pela cultura, comunicação, pelo território e pela sociedade. Um defensor do equilíbrio "homem-terra", daí defender teorias de conservação e gestão da natureza. Está no MAISTV como fundador e administrador geral.

Anúncio
💬 COMENTÁRIOS | CLIQUE AQUI PARA VER E COMENTAR

Facebook

Anúncio

Mais vistas