Ligue-se a nós

Famosos

Nasceu o filho de Carolina Deslandes e Diogo Clemente

Avatar

Publicado

no

A poucos dias do Natal, Carolina Deslandes e Diogo Clemente deram as boas-vindas ao seu terceiro filho, o Guilherme.

Na passada sexta-feira, nas redes sociais, a cantora de ‘A Vida Toda’ deu a boa-nova aos seus fãs. Na legenda da imagem a recém-mamã revelou que o pequeno Guilherme precisou de “um empurrãozinho para respirar”.

“O meu Gui é um menino peixinho”

Numa publicação emocionante, Carolina Deslandes relatou como é ver o recém-membro dentro de uma incubadora. “Veio do oceano do meu umbigo, nadou por lá muito tempo e ainda não estava pronto para isto do oxigénio da rua. E na verdade, não o censuro, é preciso uma grande lata para tirar alguém do oceano do ventre da mãe e trazê-lo para esta loucura. Mas tem de ser amor. É o terceiro dia de aquário, já nos deixam pegar-te, abraçar-te, cheirar o teu cabelo de flores e colar o nariz na tua nuca. Hoje o dia nasceu e viemos esperançosos ao teu encontro, e que bem que estás. Cada vez mais forte, com o teu nariz arrebitadinho e 3 dias de vida a ensinar-nos tanto sobre o que é ser herói. Nós estamos por aqui, já entendemos que leva o seu tempo deixar de ser peixinho, não te assustes se nos vires chorar é que ainda agora que te deitamos e já morremos de saudades tuas. Leva o teu tempo. O amor é à prova de água. Meu menino peixinho.”

Veja também:   Cristina Ferreira recusou apresentar 6 programas na SIC

Na mesma publicação, a cantora não deixou de dar um agradecimento a toda a equipa médica e de enfermagem “por serem incansáveis e por tomarem conta de tantos peixinhos” como o Guilherme.

View this post on Instagram

Dentro destes aquários são vários os meninos peixe que aqui dormem. Os meninos peixe, vêm da água da barriga da mãe, têm jeito de sereia e não conseguem respirar logo o ar da Terra. Precisam de um bocadinho mais de tempo. Então vêm para estes aquários, onde vão observando a terra aos bocadinhos através dos quadrados de acrílico e onde vão conhecendo os Pais e as Mães, que de olhos chorosos vão colando os seus dedos aos aquários na esperança de tocar lá dentro. Aqui vive-se entre o barulho das vozes e das correrias das enfermeiras e médicos, e períodos de silêncio absoluto, como se os anjos cá passeassem também. Ouve-se o fungar de alguns narizes, consolam-se lágrimas e ouve-se o sussurrar de algumas rezas. Trocamos olhares entre pais, fazem-se algumas perguntas e no fim remata-se sempre com as duas frases chave de quem vive por aqui “Está quase” “ vai ficar tudo bem”. E por muito que existam momentos de dúvida, há uma fé avassaladora que toma conta de tudo e que nos relembra do milagre que é a vida a cada bebe que começa a respirar sozinho, a comer, a cada bebe que decide deixar de ser peixinho e entrar no nosso mundo. O meu Gui é um menino peixinho. Veio do oceano do meu umbigo, nadou por lá muito tempo e ainda não estava pronto para isto do oxigénio da rua. E na verdade, não o censuro, é preciso uma grande lata para tirar alguém do oceano do ventre da mãe e trazê-lo para esta loucura. Mas tem de ser amor. É o terceiro dia de aquário, já nos deixam pegar-te, abraçar-te, cheirar o teu cabelo de flores e colar o nariz na tua nuca. Hoje o dia nasceu e viemos esperançosos ao teu encontro, e que bem que estás. Cada vez mais forte, com o teu nariz arrebitadinho e 3 dias de vida a ensinar-nos tanto sobre o que é ser herói. Nós estamos por aqui, já entendemos que leva o seu tempo deixar de ser peixinho, não te assustes se nos vires chorar é que ainda agora que te deitamos e já morremos de saudades tuas. Leva o teu tempo. O amor é à prova de água. Meu menino peixinho. Obrigada a toda a equipa de Neonatologia do Hospital da Cuf Descobertas, a todas as enfermeiras e enfermeiros por serem incansáveis e por tomarem conta de tantos peixinhos como o nosso. ❤️

A post shared by Carolina (@carolinadeslandes) on

Guilherme veio, assim, juntar-se a Santiago, de dois anos e meio, e a Benjamim, de um ano meio, frutos da relação de Carolina Deslandes com Diogo Clemente.

22 anos. De alma portuguesa e de sotaque portuense, ainda que pouco acentuado. Adoro a minha cidade, o Porto, e a minha pátria, Portugal, ainda que não esteja de acordo com algumas ideias pré-definidas da mesma. Entre as minhas qualidades destacam-se a persistência, a força de vontade, o empenho e a vontade de trabalhar e inovar. Autodidata no que diz respeito à blogosfera e tecnologias, ambiciono aperfeiçoar cada vez mais o meu trabalho.

Anúncio
💬 COMENTÁRIOS | CLIQUE AQUI PARA VER E COMENTAR

Facebook

Anúncio

Mais vistas