Ligue-se a nós

Ficção

Maria João Abreu: “É a personagem da minha vida”

A pouco tempo de estrear a quarta temporada de “Golpe de Sorte”, na SIC, a atriz revela estar muito feliz com a sua personagem.

Cátia Ferreira

Publicado

no

Estreia dia 14 de setembro, segunda-feira, a quarta temporada de “Golpe de Sorte”, na SIC. A protagonista, Maria João Abreu, falou com a revista Telenovelas sobre o que podemos esperar da euromilionária Maria do Céu, 10 anos depois.

“Evoluiu no seu aspeto exterior e na sua parte intelectual, rodeou-se de pessoas que a souberam encaminhar nos negócios que expandiram muito, mas nunca perde a sua generosidade, a sua bondade e humildade”, conta Maria João Abreu.

No entanto, o seu casamento com Zé, personagem interpretado por José Raposo, passará por alguns dissabores: “Os casamentos não são todos um mar de rosas. Quem disser que não discute é mentira! A Maria do Céu é uma mulher cada vez mais empreendedora, muito para a frente e o Zé sente-se a ficar para trás. Ela tenta puxá-lo mas ele sente-se diminuído e, sempre um pouco cobarde, começa a fugir à fidelidade. Isso traz desavenças entre eles”.

Uma das características inerentes a todas as temporadas da série de Maria do Céu é a sua dedicação aos filhos e o que denomina de “mãe galinha“. Esta sua faceta é tanto da personagem como da própria atriz: “Tive muita sorte com os meus filhos. E sempre que estou com os amigos dos meus filhos, sou a mãe de todos; no trabalho acabo por também ser assim. Sinto muito orgulho nos meus filhos biológicos e nos da ficção também.”

Veja também:   "Listen": Filme luso-britânico premiado em Veneza estreará mais cedo em Portugal

Está confiante que a nova temporada será um sucesso tal como aconteceu com as anteriores e atribui o triunfo grande parte à “escrita” da novela. Também considera a sua Céu uma inspiração pois muitas mulheres “esperavam que lhes acontecesse o mesmo que à Maria do Céu. Apesar de ter problemas e muita gente a enganá-la, não perde a esperança, não se deixa ir abaixo”.

Maria João Abreu não tem dúvidas e afirma que Céu “é a personagem da minha vida. É rica, tem muitas camadas. Foi um presente para mim. Fiz personagens que, não sendo protagonistas, foram fortes e tiveram impacto. Esta é uma protagonista absoluta. A Céu tem muito de Maria João e vice-versa, talvez por isso está a custar mais sair de dentro de mim. Está muito entranhada.”

Entre várias mudanças na vida das personagens, Telma (Isabela Valadeiro) trabalha na “Rica Fruta”; Zé Luís (José Raposo) também está na empresa; Bruno (Ângelo Rodrigues) continua com Jéssica (Carolina Carvalho) e os dois gerem a pensão e Caio (Jorge Corrula) continua a ser o diretor da Casa Artur Colaço.

Fonte: Telenovelas

Anúncio
💬 COMENTÁRIOS | CLIQUE AQUI PARA VER E COMENTAR

Facebook

Anúncio

Mais vistas