Home Notícias Manuela Moura Guedes sobre TVI: "Não têm informação."

Manuela Moura Guedes sobre TVI: “Não têm informação.”

- Advertisement -

Manuela Moura Guedes saiu da televisão de um momento para o outro. Posteriormente veio-se a saber que a jornalista teria sido despedida sem causa estruturante. Tudo porque teria sido responsável por uma peça em que denunciava alguns esquemas de corrupção.

Eu era coordenadora, editora e apresentadora do Jornal mais visto da televisão portuguesa. Tinha tanta publicidade que até me queixava. As pessoas deixavam de ir jantar para ver aquele Jornal e depois acabam com ele? É estranho, não é? Aquele Jornal acabou quando ninguém estava à espera. Porquê? Pois, até dava notícias de corrupção de um primeiro-ministro [ironicamente].Olhe, sabia que ele nunca nos pediu um direito de resposta de nada? Não houve um processo contra nós! Não? Não. É estranho, não é? Porque se fossem mentiras… Em contrapartida, ele é que já foi preso e está com um processo em cima: Operação Marquês. O que é que esse processo vai dar? Não faço ideia, espero que consigam provar tudo“, explica a jornalista à TV Guia.

A sua saída da TVI revelou algumas inimizades que Manuela não gosta de recordar. Aliás a própria afirma já não as conhecer. “Pensava que eram outras pessoas. Se fiquei desiludida? Claro que sim. As pessoas são muito mais complicadas do que aquilo que pensamos.” Apesar de tudo, Ana Leal esteve sempre do seu lado. “Nem sempre estamos de acordo, mesmo em termos profissionais, mas somos as melhores amigas“, prossegue.

Todo este processo deixou-lhe marcas, que vão “ficar até ao final da vida”. “As coisas que escreveram, que disseram, a maneira como saí, aquela empresa… É terrível, percebe? Estava na TVI desde 2000, a lutar para que não fosse outra vez à falência…” Por isso, ainda hoje se sente injustiçada. “Chamaram-me para que aquele Jornal passasse a ser líder e nós conseguimos ao fim de um ano. Comprometi-me e estivemos a fazer uma informação popular, em que não me revia. Não me chocava em termos de consciência, mas não me revia nela. Depois, quando voltei em 2008, fiz a informação de que gostava. Tinha economia, política, investigação …“, afiança.

Por isso, regressar à TVI não é um bom assunto. “Jamais!”, exclama. “Não. Não quero, não quero. Não me interessa, percebe? Não gosto. Tenho muita pena“, realça, explicando que tem pena da atual TVI. “Não têm informação.

- Advertisement -

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Rosa Cullell está mesmo de saída dos destinos da TVI e...

Talvez os maus resultados da TVI e consequente instabilidade no grupo em que o canal está inserido, levaram ao afastamento da diretora da Media Capital, Rosa...