Ligue-se a nós

Entrevistas

Isabel Silva: “Sinto-me Plena”

Cátia Ferreira

Publicado

no

A revista Caras volta a entrevistar a autora do blogue I Am Isabel Silva por altura do lançamento da sua revista virtual dobem da qual é publisher e diretora-geral, um projeto que vai acumular com a apresentação na TVI e com a gestão de um ginásio com o seu nome.

Na última conversa que teve com a Caras, em 2018, Isabel Silva tinha assumido estar submersa pelo trabalho. Agora com tantos projetos em mãos, questiona a revista, não correrá o risco de acontecer o mesmo? Isabel Silva responde: “2018 foi o ano da mudança, o ano em que dei os primeiros passos na minha vertente mais empreendedora e por isso todos os dias eram uma descoberta para mim. Quando saímos da zona de conforto, é normal existir uma adaptação a novas rotinas. Nesse ano, as mudanças, apesar de muito boas, foram tantas que me obrigaram a uma reflexão. Reflexão essa que me permitiu definir prioridades e apostar ainda mais num estilo de vida simples e natural. Porque é esse modo de vida que me dá tranquilidade. Sei que estou no caminho certo e tenho feito as escolhas certas de forma calma e segura. Portanto, sinto-me plena”.

A apresentadora prima por manter uma alimentação equilibrada e pela prática de exercício físico e, apesar desta fase atípica de pandemia e confinamento que vivemos, conseguiu manter os seus hábitos e até admite que foi mais fácil: “Quando somos felizes e nos sentimos bem com o nosso estilo de vida, aplicamo-lo diariamente, independentemente das circunstâncias. Basta saber adaptar-nos, como fiz. Sempre esteve no meu ADN ver sempre o lado bom das coisas. Numa altura de pandemia, em que a nossa liberdade foi posta em causa pelo bem da comunidade, tive apenas de encaixar as rotinas que me fazem bem. Não encontrei soluções, simplesmente mantive os hábitos. Continuei a acordar cedo, ainda mais cedo, para fazer a minha corrida de 40 minutos ao pé de casa. Continuei a dormir bem, deitando-me sempre entre as 21h30 e as 22h30. Mantive todas as refeições do dia e aproveitei para desenvolver projetos que estavam na gaveta por falta de tempo. Gosto de me sentir útil, e foi isso que fiz”.

Mas será que Isabel Silva nunca se desvia deste equilíbrio entre a comida saudável e a pratica de exercício físico? “O estilo de vida que tenho é uma escolha, é uma filosofia de vida que vai para lá de uma rotina confinada a regras. O meu barómetro é o meu sentimento de felicidade e entusiasmo, e é por aí que vou. Sou uma mulher feliz. No que toca à alimentação, como de tudo, o que valorizo é uma alimentação o mais natural possível e caseira. No que toca ao desporto, sou uma apaixonada pela atividade física desde miúda. Eu tenho um equilíbrio e esse equilíbrio não vive do fundamentalismo, mas da minha intuição, liberdade e escolhas conscientes. E posso dizer que um dos segredos para esse equilíbrio é não viver da força do hábito. Todos os dias a minha vida tem um desafio.”

Isabel Silva passou a fase de confinamento praticamente sozinha na companhia do seu cão, Caju uma vez que a família está toda fixada no Norte. Mas diz que não se sentiu sozinha nem angustiada e acredita que conseguiu isso por ter criado as suas próprias regras: “Momentos para descansar, momentos para desenvolver projetos, momentos para falar com quem amo, momentos para treinar e comer bem”.

Com esta pandemia, a apresentadora teve que aprender a desacelerar: “Confirmei que o estilo de vida simples que sempre tive é a base para tudo e que não vale a pena desgastar-me com o que não controlo. Temos de aprender a aceitar aquilo que não controlamos e temos, sobretudo, de sentir que agimos em conformidade com os nossos valores, os da nossa comunidade e os do planeta”.

Fonte: Revista Caras

Anúncio
💬 COMENTÁRIOS | CLIQUE AQUI PARA VER E COMENTAR

Facebook

Anúncio

Mais vistas