Dois convidados saem, em direto, do debate de Ana Leal sobre terapias a homossexuais

0
315

Na sequência da reportagem exibida ontem – quinta feira – por Ana Leal, dois dos convidados em estúdio acabaram por se retirar por vontade própria.

Maria José Vilaça, uma das convidadas do debate, assegurou que não faz terapia de reconversão sexual, mas sim “acompanhamento pastoral”. A psicóloga acabou por abandonar o debate, alegando que estavam a ser propagadas mentiras e que estava a ser feita uma “caça às bruxas”.

O psicólogo clínico Abel Matos Santos também abandonou o debate, criticando os métodos da TVI para conseguir as provas que sustentam a reportagem, considerando-os perigosos e “um dos maiores atentados à defesa dos homossexuais em Portugal e das pessoas em geral”.

“A relação terapêutica que se estabelece entre os doentes e os profissionais de saúde é fundamental para as pessoas se sentirem bem no contexto clínico terapêutico. Hoje sabemos que é possível pessoas levarem câmaras ocultas para consultas, para a igreja, para confissões e isso ser divulgado na praça pública. Temo que muita gente tenha problemas tenha dificuldade em procurar psicólogo com esse medo ou que até os profissionais de saúde se sintam inibidos na sua liberdade de trabalhar, sentindo que podem ter alguém do outro lado que os está a gravar”, justificou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here