Curtas-metragens portuguesas aplaudidas internacionalmente

0
346
“Ascensão”, de Pedro Peralta, é uma das curtas-metragens portuguesas mais premiadas dos últimos anos.

Dos mais 40 prémios que o cinema português arrecadou o ano passado em festivais, 34 foram atribuídos a curtas-metragens. Aliás, isto não é novidade. Desde 2013 que os filmes portugueses “mais apreciados” são de curta duração.

Em conversa com o JN, Nuno Rodrigues, da direção do ACM e do Festival de Curtas-Metragens de Vila do Conde, apresenta duas razões para as hegemonia das curta-metragens: “as dificuldades de financiamento“, que tornam quase impossível produzir longas-metragens; e “o território de experimentação” associado às curtas-metragens.

Salomé Lamas, uma das mais aclamadas cineastas da nova geração, atribui o interesse internacional pelo cinema português à sua condição autoral. São, também, segundo ela, ingratas as curtas-metragens.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here