Ligue-se a nós

Extra

Cristina Ferreira garante que “a TVI vai ficar melhor”

Segundo avança uma fonte da TVI, existe uma luta pelo poder entre Cristina Ferreira e Nuno Santos.

Cátia Ferreira

Publicado

no

Cristina Ferreira

Era impensável, talvez até para a própria, que à terceira emissão do “Dia de Cristina” a TVI visse as manhãs da SIC liderarem as audiências num formato idealizado por ela. Mas aconteceu: Cristina Ferreira perdeu para a SIC com o pior resultado desde a estreia.

Programa de Cristina Ferreira sofre atraso na emissão

Nessa emissão do “Dia de Cristina”, o programa não arrancou à hora pretendida. Contado pela própria, ficou a saber-se que devido a um problema com a energia toda a parte da manhã teria de ser feita no estúdio do “Você na TV!”. Setenta profissionais tiveram de ser deslocados para as instalações da TVI de forma a garantir que o programa iria para o ar.

“Dia de Cristina” chega ao fim?

Segundo fonte da revista TV Mais, comenta-se nos corredores a possibilidade de o “Dia de Cristina” ter os dias contados. “Ao início não se falava em nada sobre o tempo de duração do programa, mas agora já se comenta que só devera ficar em antena por seis meses. Esta mudança de planos deverá ter a ver com as audiências, porque a expectativa era grande e toda a gente acreditava que ia ser um sucesso tremendo, e até ao momento não o confirmou. Não só nunca ganhou na parte da tarde como já está a perder gás de manhã“, refere.

Numa entrevista à Rádio Comercial, a própria apresentadora assumiu que é um novo conceito e que ainda o estão a testar. Garante, no entanto: Não sou nada de ‘engano-me e agora como vai ser?’ Estou-me a borrifar. Corre mal e tiro do ar na hora e não me importo nada com o que os outros digam. Está mal, está mal. É-me indiferente, porque acho que quem perde é que tem de fazer experiências“, assumiu. 

Audiências do “Dia de Cristina”

Desde que Cristina Ferreira deixou as manhãs da SIC, a diferença nas audiências entre a TVI e a estação de Paço de Arcos reduziu substancialmente embora não tenha sido ainda suficiente para colocar a TVI como o canal televisivo mais visto do país.

Cristina Ferreira adiantou: A TVI vai ficar melhor. Há aqui a ideia de que eu chegava e a 1 de setembro a TVI era líder. Só de se sentir o perfume nos corredores, a TVI era líder. É preciso arrumar muita coisa, acima de tudo, e esse trabalho de arrumar eu não tinha antigamente – era apenas apresentadora – mas é muito estimulante. Esclareceu ainda que disse que não vive fixada nas audiências. Sou a única pessoa da minha equipa que nem sequer tem acesso direto às audiências – nem quero saber. Tenho password mas não abro. Eles são muito mais afogueados do que eu e, por isso, antes de eu ver as audiências já me estão a mandar”. Termina o assunto dizendo: Posso ficar aqui mais dez anos sem ganhar e não me vou arrepender um único dia de ter voltado

Entrevista na Rádio Comercial envolta em polémica

Como já foi referido, Cristina Ferreira participou numa das manhãs da Rádio Comercial mas o público não gostou da sua presença naquele espaço. Foram vários os comentários negativos dos seguidores no Instagram da rádio desde “insuportável”, ‘histérica” e, entre outras coisas, “egocêntrica“.

Veja também:   Cláudio Ramos e Teresa Guilherme vão apresentar nova edição do "Big Brother" em 2021

Cristina Ferreira aproveitou a conversa para fazer um desabafo sobre os comentários que lhe são dirigidos todos os dias: “Se não tivesse uma estrutura muito forte e não tivesse à minha volta pessoas que me seguram – porque nós sozinhos não conseguimos nada -, já me tinha suicidado há anos. As pessoas não têm noção das implicações que uma frase pode ter na vida dos outros! As palavras magoam muito, são mesmo armas de arremesso”. Desvenda que a sua melhor arma é o silêncio mas que os últimos dois meses “foram muito complicados. “Posso catar a sorrir todos os dias, mas o meu sorriso não é assim todos os dias. Há alturas em que só me apetece ir para casa chorar. Felizmente ainda não aconteceu – acho que vai ter de acontecer naquele dia em que rebenta tudo. Porque isto de levar porrada cansa um bocadinho”.

Luta pela liderança com Nuno Santos

Um profissional da TVI garante à revista TV Mais que há uma notória luta pelo poder na direção da estação: “Há várias reuniões para discutir formatos em que ou está um ou está outro. É notório que existe uma espécie de luta pelo poder”.

Uma fonte da revista revela ainda que Nuno Santos anunciou, internamente, novas mudanças no organograma da empresa. No início de setembro, o reporte era feito sempre à Direção-Geral, três semanas depois o responsável máximo enviava um e-mail interno em que delegava ainda mais poder a Cristina Ferreira e também a Anselmo Crespo, diretor de Informação.

“O nosso foco principal é a produção de conteúdos. Assim sendo, a nova diretora de Entretenimento e Ficção tem, a par da Direção de Infirmação, um papel central na Organização. A Cristina trabalha diretamente com as áreas Criativa, de Antena, Comercial, Conteúdos Digitais, Operações, Marketing e Comunicação, sem necessidade de intervenção funcional do diretor–geral nas tarefas quotidianas”, podia ler-se.

Também na mesma nota foi anunciada uma mudança nos cargos da equipa da nova responsável do canal. João Patrício passou a diretor-executivo e não diretor de Conteúdos, como inicialmente foi anunciado, e André Manso e Lurdes Guerreiro, até aqui diretor de Talentos e diretora de Produção, passaram a ser ambos diretores de Produção.

Com estas alterações, segundo um profissional da TVI, “ficou bem patente que a Cristina é que, de facto, manda na TVI“. O facto é que na entrevista à Rádio Comercial Cristina Ferreira revelou: “Já disse assim descaradamente a algumas pessoais “não gosto de ti, não quero estar aqui contigo, não vou trabalhar contigo. A pessoa ouviu, calou e continuou”.

Resta saber se, conforme noticiou o Correio da Manhã, esta frase foi dirigida a Nuno Santos.

Fonte: TV Mais

Anúncio
💬 COMENTÁRIOS | CLIQUE AQUI PARA VER E COMENTAR

Facebook

Anúncio

Mais vistas