Ligue-se a nós

Informação

Conceição Lino vai regressar aos ecrãs da SIC. Saiba quando!

Ano e meio depois do seu último projeto televisivo, Conceição Lino está de volta à SIC para apresentar uma nova rubrica no “Jornal da Noite”.

Avatar

Publicado

no

Terça-feira, dia 22, foi o dia escolhido pela SIC para estrear o novo projeto televisivo de Conceição Lino. Este novo projeto está integrado no principal bloco noticiário do canal, o “Jornal da Noite“.

Percurso de Conceição Lino na SIC

A jornalista de 55 anos é um dos rostos que está na SIC desde a sua fundação e, por isso, já conduziu vários formatos.

Até 2010, todos os programas foram relacionados com a área da informação: “Praça Pública”, “Casos de Polícia,” “Hora Extra” e “Nós por Cá”. Nesse ano, foi necessário substituir Fátima Lopes, que tinha ido para a TVI, e por isso, foi aposta na área do entretenimento ao ter apresentado o talk show vespertino “Boa Tarde“.

Em 2014, com o término do programa, Conceição Lino voltou à informação e regressou aos ecrãs em 2016 com o programa “E Se Fosse Consigo?”, um dos maiores sucessos na carreira da jornalista. Nos anos seguintes, o programa continuou e conta com 3 temporadas, até agora.

Em 2019, apresentou ao público “A Rede”, uma série de reportagens composta por 3 episódios sobre o perigo das redes sociais, que deu a conhecer a história de Hugo Ramos, que foi enganado por uma senhora que criou vários perfis falsos nas redes sociais: um de uma suposta médica Sofia Costa e os outros de amigos e familiares desta.

“A Rede”, um programa que marca a carreira da jornalista

Hugo Ramos apaixonou-se pela personagem criada, apenas com base no que lia e via online e viu-se envolvido neste enredo, em que a sua autora fingiu mesmo a morte da personagem principal, na sequência de um cancro (como se de uma série, filme ou novela se tratasse) e viveu a angústia de não ter conhecido Sofia pessoalmente, por quem estava envolvido emocionalmente e por não o deixarem estar presente no velório. Nada disto podia acontecer pois apesar de Sofia existir na realidade (embora tendo outro nome: Cláudia), desconhecia que a sua imagem estava a ser usada para estes fins. No último episódio, a autora deste crime de chantagem emocional e usurpação de identidade prestou declarações, mas não aceitou mostrar a sua verdadeira identidade nem revelar a sua voz. “A Rede” chocou os portugueses e teve audiências esmagadoras. O terceiro e último episódio desta série chegou mesmo a aproximar-se dos 2 milhões de espectadores e foi visto em média por 1 milhão e 715 mil espectadores, mais 750 mil que a rubrica de informação que a TVI emitia naquele dia: Ana Leal.

Veja também:   "O Noivo é que Sabe" com Rebeca, Pedro e Kelly Baron

Para apresentar os seus projetos jornalísticos, Conceição Lino fica muito tempo fora do ar, nas redações. Prova disso é que o último projeto da jornalista, como já referimos, que foi para o ar há cerca de um ano e meio. Sobre este novo projeto jornalístico, que vai estrear terça no “Jornal da Noite”, pouco se sabe. Apenas que “O Mundo enfrenta novos desafios e há novos caminhos a percorrer”, como se pode ouvir na promoção que a estação já lançou, logo, pode-se esperar que o novo projeto se debruce sobre os desafios do presente e do futuro.

Anúncio
💬 COMENTÁRIOS | CLIQUE AQUI PARA VER E COMENTAR

Facebook

Anúncio

Mais vistas