Ligue-se a nós

Audiências

Audiências RTP estão em queda desde janeiro

A estação pública tem vindo a perder público em todos os horários.

Avatar

Publicado

no

Estúdio de Informação | RTP

Segundo dados citados pelo Espalha-Factos, o público da RTP tem continuamente vindo a descer desde janeiro. Este resultado deve-se em grande parte à forte concorrência, sobretudo por parte da SIC que tem dominado as audiências. Já a TVI encontra-se num processo de transformação que lhe tem permitido aumentar o público.

Em julho, a RTP alcançou o valor mínimo do ano, com 11.0%. A queda tem sido contínua todos os meses, tendo registado em:

Janeiro – 13.4%

Fevereiro – 13.1%

Março – 12.1%,

Abril – 11.5%

Maio – 11.1%

Junho – 11.2%

Esta quota de mercado da RTP é a pior desde agosto de 2018, mas também a pior de sempre.

Análise dos primeiros sete meses de 2020

Entre janeiro e julho, a RTP foi capaz de manter a liderança quase intacta durante o período das 6h30 às 10h30, com o programa ‘Bom Dia Portugal’. Nos primeiros meses do ano a estação pública atingiu picos acima dos 20% neste bloco, mas a partir de abril nenhuma hora atingiu essa média mensal.

No final da tarde, em janeiro, a RTP ainda conseguiu liderar das 18h30 às 20h30, com um share acima dos 20% às 19h30. Mas logo em fevereiro desceu essa percentagem.

A RTP está com os piores números de share em 23 das 24 horas do dia. A exceção regista-se na faixa das 7h30.

Veja também:   'Primeira Pessoa' é o novo programa da RTP1

Com a substituição do ‘Bom Dia Portugal’ pela ‘Praça da alegria’, a quota de mercado da RTP desliza na faixa das 10h30 para os 10% e os 12%. Na hora seguinte, o share médio oscila entre os 9 e 11%. Pelo 12h30, recupera para os 12 a 15%.

O período pós-“Jornal da Tarde” também tem sido problemático para o canal público. A faixa das 15h30 chegou a atingir um mínimo de 8.3% em abril. Salienta-se que foi o período em que os portugueses estiveram em casa devido à pandemia. Já faixa das 17h30, deslizou dos 13.0% em janeiro para os 9.1% em abril, recuperando parcialmente em julho para os 10.3%.

À noite, considerado o horário nobre, a RTP consolida a incapacidade de fidelizar espetadores. Entre as 19h30 e as 21h30, horários preenchidos pelo “Telejornal” e pelo ‘Preço Certo’, o canal alcança sempre valores acima de 17% na primeira hora e acima de 14% na segunda hora. Os valores aguentam-se com ‘Joker‘, mas a partir das 22h30 diminuem.

De qualquer forma, a atual grelha da RTP está longe de atingir a fasquia do milhão de espetadores seja em que horário for. Julho registou uma performance especialmente pobre na segunda metade do horário nobre, com os piores registos do ano: 7.4% às 22h30 e 6.4% às 23h30.

Fonte: Espalha-Factos

A terminar o mestrado em Jornalismo na FCSH-UNL. No seu percurso já passou pela Antena 1 e pelo Diário de Notícias. Além da paixão pelo jornalismo, é viciada na criação de conteúdos na área da cultura, cinema e televisão. Atualmente é redatora e crítica nos sites: Espalha Factos e Cinema Pla'net. https://letterboxd.com/rafaelastex/ Esta aspirante a jornalista sempre foi apaixonada pela comunicação e pela prática de informar. "O Jornalismo para mim é e sempre será o Contexto, as Histórias e as Pessoas". Colaboradora desde julho de 2020.

Anúncio
💬 COMENTÁRIOS | CLIQUE AQUI PARA VER E COMENTAR

Facebook

Anúncio

Mais vistas