António Costa otimista com Portugal no Mundial2018

-

O primeiro-ministro português, António Costa, disse hoje que Portugal tem razões para ter todo o otimismo na participação da seleção no Mundial2018 de futebol e que o título de campeão europeu não deve pesar na Rússia.

Desejei obviamente o que todos os portugueses desejam à seleção, o melhor. Independentemente do resultado final, que todos desejamos que seja o melhor, é fundamental que todos eles se realizem enquanto excelentes profissionais que são, que seguramente representarão Portugal com toda a dignidade e todo o profissionalismo como têm feito”, disse António Costa.

O governante, que falava após visitar a seleção portuguesa, na Cidade do Futebol, em Oeiras, disse que o facto de Portugal ser campeão europeu “é uma responsabilidade, mas não pode criar um peso”.

Temos de entrar em campo com a alegria, o saber jogar e a qualidade que estes profissionais sempre demonstraram, quer ao serviço da seleção nacional, quer ao serviço dos seus clubes. Temos todos os motivos para encarar este Mundial com todo o otimismo, toda a confiança, com uma enorme honra que é estarmos novamente no Mundial”, referiu.

António Costa elogiou ainda o trabalho da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) e da seleção, que considerou um “excelente exemplo do que deve ser o futebol e o desporto, que deve ser profissionalismo, dedicação, esforço, mas um grande ‘fair play’, que estes profissionais sempre têm demonstrado e vão demonstrar na Rússia”.

Eu acho que a forma como a FPF tem demonstrado e sabido gerir o futebol português, aquilo que é o desempenho extraordinário dos nossos atletas, sejam os que jogam em Portugal, sejam os que em grandes clubes do mundo, devia servir de referência para aquilo que queremos que seja o futebol. O futebol tem de ser isso. Não é por acaso que é o desporto que mais pessoas apaixona no mundo inteiro e é preciso que assim continue a ser. É um jogo extraordinário quando é jogado dentro das quatro linhas”, assumiu.

Questionado sobre as polémicas atuais do futebol português, Costa considerou que “há um problema geral” e disse esperar que o defeso “sirva para haver uma reflexão” para que todos possam “começar a próxima época devidamente concentrados no que se importa que é o que se passa dentro das quatro linhas”.

O primeiro-ministro disse que vai assistir ao terceiro encontro de Portugal na Rússia, frente ao Irão, depois de o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, estar na partida de estreia, com a Espanha, numa altura em que António Costa vai estar nos Estados Unidos.

Eu irei aos oitavos de final, o presidente da AR irá aos quartos de final, o Presidente da República às meias-finais e depois iremos todos à final com certeza”, disse, entre risos, Costa.

Portugal está integrado no Grupo B do Mundial2018, juntamente com Espanha, com quem se estreia em 15 de junho, quatro dias antes de jogar com Marrocos, fechando a presença na fase de grupos.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

ÚLTIMOS ARTIGOS

Cristina Ferreira: “Ninguém nunca imaginará o difícil que é fazer este programa”

A ausência de Cristina Ferreira, devido às suas férias, deixou toda uma equipa ansiosa com os resultados. Aliás, mantê-los foi uma tarefa...

Curtas-metragens portuguesas aplaudidas internacionalmente

Dos mais 40 prémios que o cinema português arrecadou o ano passado em festivais, 34 foram atribuídos a curtas-metragens. Aliás, isto não...

Audiências semanais (08 a 14 de abril) SIC soma mais uma vitória

As audiências da semana passada (08 a 14 de abril) deram a liderança, em média, à SIC. Programa...