Ligue-se a nós

Famosos

Ângelo Rodrigues reconhece culpa depois do acidente

O ator finalmente falou sobre o seu internamento polémico.

Avatar

Publicado

no

Mais de um ano depois, Ângelo Rodrigues falou no seu documentário, transmitido pela SIC, sobre as polémicas injecções que administrou na perna e o levaram a ficar em coma induzido.

O ator decidiu contar “toda a verdade” na esperança do seu “exemplo contribuir para que não volte a acontecer”. No entanto, desses dias de tormenta pouco se recorda, mas guarda uma única imagem que é a de estar “num corredor escuro, em que tudo era preto como se tivesse sido abandonado na escuridão”

Tudo começou quando o ator estava no Brasil e começou a ter alguns sentimentos depressivos motivados pela sensação da sua carreia não estar como queria. Neste cenário, decidiu procurar a endocrinologia .

“Foi aí que me falaram do tratamento de reposição hormonal”

Sem qualquer preconceito ao tratamento, pois o ator afirma que lhe foi apresentado como sendo algo “comum e normal”, começou por fazer as primeiras aplicações na clínica. Quando regressou a Portugal foi lhe dito que podia aplicar as mesmas em casa. Na visão do ator foi essa situação que levou à sua infeção grave, deixando de lado a ideia de que a prática estaria associada a alguma “obsessão física”.

“Tenho noção da magnitude o meu erro. Este tratamento em casa acabou por ser o princípio do fim”

o ator esteve a lutar pela vida durante dois meses no Hospital Garcia de Horta e conseguiu concretizar um dos seus objetivos: terminar o documentário a correr.

Fonte: TV Mais

Veja também:   João Manzarra sofre aparatoso acidente de viação

A terminar o mestrado em Jornalismo na FCSH-UNL. No seu percurso já passou pela Antena 1 e pelo Diário de Notícias. Além da paixão pelo jornalismo, é viciada na criação de conteúdos na área da cultura, cinema e televisão. Atualmente é redatora e crítica nos sites: Espalha Factos e Cinema Pla'net. https://letterboxd.com/rafaelastex/ Esta aspirante a jornalista sempre foi apaixonada pela comunicação e pela prática de informar. "O Jornalismo para mim é e sempre será o Contexto, as Histórias e as Pessoas". Colaboradora desde julho de 2020.

Anúncio
💬 COMENTÁRIOS | CLIQUE AQUI PARA VER E COMENTAR

Facebook

Anúncio

Mais vistas