Ligue-se a nós

Eventos

7 Maravilhas de Portugal dedicadas à cultura popular portuguesa

Este ano a viagem pelas 7 Maravilhas de Portugal tem outra temática. Conheça toda a mecânica da edição de 2020.

Rufino Teixeira

Publicado

no

Depois da organização do evento 7 Maravilhas de Portugal ter recebido 504 candidaturas, o painel de Especialistas elegeu sete patrimónios de cada região.

No total, foram apuradas 20 finais regionais, que correspondem a 20 programas em direto. A transmissão dos programas decorrerão no próximo mês de julho. Estes programas serão a partir dos municípios mais pequenos que estiverem a concurso, onde serão diretamente apurados os 20 vencedores.

Já a entrar na fase final, a 16 de agosto, o voto do povo decidirá os oito finalistas a serem repescados. A estes juntar-se-ão os 20 regionais apurados. Irão decorrer duas semifinais a 23 e 30 de agosto. A 5 de setembro será efetuada a Declaração Oficial das 7 Maravilhas da Cultura Popular, na RTP.

José Carlos Malato e Catarina Furtado na apresentação do programa “7 Maravilhas de Portugal – À mesa”. © RTP

Segundo José Fragoso, Diretor de Programas da RTP1, enaltece a parceria, que resulta numa “nova viagem televisiva pelo país, pela autenticidade das pessoas e pela inesgotável diversidade cultural de cada região. No ano passado, com a competição centrada nos Doces de Portugal, conseguimos uma mobilização nacional popular excecional; este ano, a ambição é repetir o envolvimento dos portugueses em volta de elementos centrais da nossa identidade coletiva. É uma operação anual da RTP1 que envolve meios humanos e técnicos consideráveis, justificada pela oportunidade e pela enorme importância de revelar eventos e tradições, descobrir narrativas ou divulgar atividades singulares que fazem a diferença, de norte a sul, do mar à fronteira, da Madeira aos Açores“.

Veja também:   Cofina defende-se das acusações da Media Capital

Catarina Furtado e José Carlos Malato são os anfitriões do formato. A apresentadora mostra-se feliz por ser, novamente, aposta do canal. “Desde a primeira vez que a RTP me convidou para fazer parte da iniciativa 7 Maravilhas que percebi que era muito mais do que um programa de televisão. Trata-se de uma promoção do melhor de Portugal em várias áreas, um aplauso para o país e os portugueses e um sucesso comprovado”, diz Catarina.

Malato considera que o formato permite conhecer a autenticidade do País. “As gentes, as histórias, a natureza, a gastronomia, os tesouros escondidos que devem ser conhecidos e vividos por todos. O maior evento televisivo promovido pela estação pública sobre a nossa cultura e o nosso país. E eu tenho o maior orgulho de fazer parte dele“.

23 anos. Estudante de Geografia na FLUP. Um apaixonado pela cultura, comunicação, pelo território e pela sociedade. Um defensor do equilíbrio "homem-terra", daí defender teorias de conservação e gestão da natureza. Está no MAISTV como fundador e administrador geral.

Anúncio
💬 COMENTÁRIOS | CLIQUE AQUI PARA VER E COMENTAR

Facebook

Anúncio

Mais vistas