Foi no passado dia 07 de outubro, que Vânia Dilac, de 37 anos, se deu a conhecer em ‘The Voice Portugal‘.

Apesar de agora estar feliz por ter concorrido ao programa da RTP1, a cantora realça as dificuldades que já viveu e o grande problema de ser mãe solteira. “Tenho um valor familiar muito vincado na minha vida. Nada me faltou naquilo que era essencial. Claro que foi difícil, éramos retos, como se dizia na freguesia onde estávamos inseridos, sofri de bullying, muito racismo…As crianças reagem muito mal à diferença, mas usei tudo isto a meu favor, para fazer de mim uma pessoa mais forte.”

Foram os bons valores que recebeu ainda em adolescente que fizeram com que conseguisse suportar um divorcio aos 25 anos. “Tive um filho e vivo com ele sozinha desde os seus três anos. Tal como os meus pais, nada lhe faltou naquilo que é essencial, independentemente das circunstâncias que vivi e do divórcio. Tenho uma família maravilhosa”, explica à Tv 7 Dias.

Decidiu concorrer ao programa ‘The Voice Portugal‘, também, por intermédio do seu pai, já falecido. “O meu gosto pela música nasceu porque os meus pais eram evangélicos. Entretanto, entrei para um coro infantil e aos 14 anos já fazia de soprano na igreja. Comecei por cantar em restaurantes, bares, casamentos e batizados, tudo o que me aparecia. Também cantava na igreja e aos poucos fui conquistando na Vânia Dilac, cantora de blues, e é assim por esse registo que me reconhecem.”

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here