©SIC

Já todos sabemos do que é capaz Marco em ‘Vidas Opostas’. Até da raptar Alice para que Maria fique com ele. Ricardo e Hugo estão longe de estarem felizes com as acções de Maria. Afinal, Marco podia ter acabado com a vida dela. “Não sei se te abraço ou se grito contigo…” diz o irmão. “És louca? Foste sozinha para Moscovo ter com o Marco?!“, recrimina. O namorado afina pelo mesmo diapasão. Ele sabe o que é errar nesta matéria, pois também anda há meses obcecado em tentar apanhar este criminoso que lhe matou o irmão. “Quando quiseres ser heroína, pelo menos avisa. Deixaste-nos em pânico.” Mas Maria dá uma justificação: “Só pensei em salvar a minha filha. Ok, não fui 100 por cento racional, mas nenhuma mãe desesperada é.

Ricardo beija a namorada, feliz por a ver sã e salva em Portugal longe de Marco. “Promete-me só que não fazes outra igual“. Ela sorri e acena. Hugo, contudo, está mais excitado em saber os detalhes de como Maria e Jorge acabaram por colocar Marco na cadeia. Ele está, finalmente, detido e tudo aponta para que os dramas de Maria e até de Eva tenham chegado ao fim, depois de meses de sofrimento. “Prendemo-lo em casa e chamámos a Polícia“, acaba por revelar Jorge , após uma longa descrição: “Além disso, está com termo de identidade e residência e fugiu do País… A inspectora accionou outra vez o mandado da Interpol, por isso…

Hugo acha que é pouco e que Jorge devia ter dado uma valente coça no irmão e que a cadeia é pouco para alguém que arruinou a vida de tanta gente. Ricardo pede-lhe calma e assegura que agora vão poder voltar às suas vidas. Maria acaba por resumir tudo numa única frase: “Ir a Moscovo foi um risco muito grande. Mas se o Marco estiver na cadeia, valeu a pena.” Os quatro suspiram de alívio. Parece ter acabado um tormento para eles.