Protagonistas comentam nova série da RTP: ‘Três Mulheres’

Em plena ditadura, mesmo quando a repressão era muita, haviam algumas mulheres que marcaram de forma indelével a história da sociedade portuguesa. Snu Abecassis, Vera Lagoa e Natália Correia foram três dessas mulheres que marcaram aquele tempo.

Três Mulheres‘ é a nova série da RTP, realizada por Luís Vendrell, que conta com a presença, no leque de protagonistas, com Soraia Chaves, Maria João Bastos e Victória Guerra. Cada uma delas interpreta uma das mulheres da década de 60. Para além delas, outros atores portugueses integrarão esta série. Fernando Luís, Isaac Graça, Afonso Lagarto, João Lagarto, são alguns dos nomes.

Em conversa com a revista TV7 Dias, Victória Guerra diz ter feito uma pesquisa profunda para a personagem. “Tentei falar com o máximo de pessoas possível que me contassem a sua história. O livro de Cândida Pinto e o seu trabalho de reportagem para a SIC Notícias ajudou-me muito. E depois entrei em contacto com algumas pessoas que privaram com ela de perto”, revela, adiantando alguns traços valorativos da personalidade de Snu. “Era uma mulher fortíssima. Ela acreditava que a educação e leitura eram a melhor forma de evolução do povo. E é muito engraçado que quando chega a Portugal percebe que pode fazer algo por este país. Era uma mulher de forma, o seu olhar era diferente e ficou completamente chocada quando viu que muitos homens e mulheres não sabiam ler ou escrever.”

Soraia Chaves interpreta uma deputada

Soraia Chaves, que interpretará a antiga deputada Natália Correia começa por dizer que as pessoas recordam-se de Natália pelo parlamento, mas, a verdade é que esta mulher tem um histórico ligado a si que todos desconhecem. “No entanto, há uma outra Natália com a mesma força, porque lhe é inato, muito mágica e romântica. Foi uma pessoa que ousou romper com os preconceitos e todos os códigos que existiam na altura, mesmo em relação à posição da mulher na sociedade“, começa por dizer. “Tem força e orgulho de ser mulher. Natália Correia tem muita coisa escrita, tem imenso material, mas concentrei-me essencialmente na poesia e nas muitas das entrevistas que deu”, reforçou.

About The Author

20 anos. Estudante de Geografia na FLUP. Um apaixonado pela cultura, comunicação, pelo território e pela sociedade. Um defensor do equilíbrio "homem-terra", daí defender teorias de conservação e gestão da natureza. Está no MAISTV como fundador e administrador geral.

You don't have permission to register