Circula nas redes sociais um vídeo da intervenção de uma enfermeira em mais uma emissão do “Prós e Contras”. A enfermeira indica que várias pessoas ficam “em macas” em locais onde apanham “correntes de ar” e que esta situação afeta “os mais desprotegidos” e “durante todo o ano”. A atriz e apresentadora Inês Simões não ficou indiferente e partilhou o vídeo.

Além de partilhar o vídeo, que já conta com quase 700 mil visualizações só no Facebook, a atriz ainda teceu alguns comentários. A atriz considera que esta intervenção da enfermeira “mostra […] a realidade crua e dura do nosso sistema nacional de saúde pela voz activa de uma mulher que trabalha diariamente neste contexto”. A apresentadora considera que falta “investir […] nas pessoas” e não apenas no “turismo e restauração”.

Inês Simões deixou ainda algumas questões. “Quando é que o nosso País que agora está na moda tenciona investir nas pessoas e dar-nos a qualidade no serviço de saúde que tem que dar? Ou vai continuar a deixar morrer doentes em macas num canto, em corredores de hospitais enquanto mostra aos estrangeiros como é “cool” viver em Portugal?”, questionou indignada.

O episódio completo da emissão do episódio 2 do “Prós e Contras” XVI está disponível no RTP Play e nas boxs dos diversos operadores. O episódio intitulado “O Diagnóstico” foi emitido no passado dia 15 de janeiro.

Veja a intervenção da enfermeira Vanda Veiga: